segunda-feira, 5 de julho de 2010

Síntese da flor...

"Que dor! que pétala sensível e secreta me atormenta e me provoca à síntese da flor."
(Carlos Drummond de Andrade)