quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

GIA, FAMA E DESTRUIÇÃO

Seguindo a indicação de um amigo, ontem levei para casa 
GIA, FAMA E DESTRUIÇÃO:
TRISTE!
Muito triste mesmo.
Uma família desestruturada,
com um pai visivelmente em crise...
Uma mãe totalmente alienada,
que se projetava na filha...
Uma filha linda,
buscando - desesperadamente - ser amada...
Um (infelizmente previsível) final trágico.
*
AQUI maiores detalhes sobre a vida da verdadeira Gia.
E, como curiosidade,
um das suas ínumeras capas na
COSMOPOLITAN (1979):